Textos

O QUE É A POESIA? CARLOS SILVA / EDVALDO ROSA
O QUE É A POESIA? CARLOS SILVA / EDVALDO ROSA


O QUE É A POESIA?


Autor: Carlos Silva

A poesia é o modo mais sagrado e mais estranho de achegar-se a Deus.
É a gota d'agua viva, necessária pro viver.
É o rejuvenescer da floresta numa manhã de outono, é deixar se banhar, pelos filetes de raios de sol teimosos por entre as folhas, caídas onde o verso ampara e sustenta o sopro suave da brisa do pensamento.
È tentar traduzir-se, numa imersão d'alma.
A poesia é essa incompreensão onde todos dizem algo, mas ninguém é capaz de discernir o que realmente é a poesia, pois o sentir do viver é por si só uma grata poesia.
É um resto de mim, em vários pedaços de Eus, tácitos, confusos, alertas, despertos, nuns ajuntados de mins.É o invento da filologia, que nem Freud, Newton ou Shakespeare, seriam capazes de nutrir as mentes "perguntantes" pois nem mesmo eles, poderiam explicitamente dizer, o que é a poesia.
È um fardo leve, nos pesados caprichos das palavras soltas, que prendem a atenção de quem pratica a poesia.
Tentem compreender um poeta, e juntem-se ás filas dos que almejam uma vaga nos manicômios.

Carlos Silva - Um resto de toco queimado, um taco de verso emanado, um vate num verso narrado, um escrevedor misturante das palavras, um filólogo amatutado, formado na escola da vida, diplomado nas esquinas, entre putas, bêbados e loucos boêmios a ávidos por viver a bendita poesia.


O QUE É A POESIA?


Edvaldo Rosa


A poesia é uma busca da alma em expressar-se, usando da melhor forma os materiais que tem a mão, as palavras, para este fim... Usa as palavras em construções elaboradas e em construções despretensiosas buscando fazer-se entender...
A poesia assim ultrapassa as barreiras conceituais inerentes da palavra escrita, buscando definir e descrever, entre outros fins, o que apreende da vida, através da decantação de seus sentidos... É um esforço humano de expressar o que lhe toca a sensibilidade da alma! E suas inquietações...
A poesia ao mesmo tempo em que denota uma realidade palpável, assume inúmeras conotações diante de um leitor atento, ativo. Pois, a sua própria vivência soma-se á poesia lida, fazendo com que ela já não seja a mesma, em significado, de quando foi elaborada!
Um poeta é um artesão que escolhe certas palavras em detrimento de outras para o fim de construir a sua poesia... E assim, cria “uma tapeçaria” com textura, matizes, própria e inerente aquele momento de sua elaboração... Mas um poeta tem controle absoluto sobre a sua criação? A poesia não assume novos aspectos consoantes a cada um de seus novos leitores ativos?
A poesia é quase sempre, uma tentativa de se ver o mundo sob outra ótica; aquela que enxerga um algo a mais em tudo!
Ela tem em si vários elementos que concorrem para a sua elaboração; sentimentos, necessidades, elementos oriundos do meio em que o poeta vive; culturais, sociais, dos quais faz um apanhado, uma síntese... Ou ainda é uma abstração, um produto do imaginário...
Seja como for, a poesia transcende a própria natureza que lhe deu forma!
Ainda mais, quando pensamos que ler é fazer uma colheita misteriosamente prazerosa!
E para acirrar esta conversa sobre o poeta e a poesia, transcrevo uma citação que a muito me intriga: “O poeta usa as palavras para definir, descrever e expressar um universo para o qual as palavras não foram feitas.” De Mustafá Ali Kanso – Poeta de Curitiba.
Se o poeta usa de meios inadequados para fazer-se entender, quanto ao que sente, quanto ao que vê, o faz da mesma forma que todos os homens desde a Gênese, tateia inconscientemente, com sentidos inaptos a própria consciência de Deus!

Edvaldo Rosa, poeta da cidade de São Paulo quase sempre cinzenta, nem sempre fria, nem acalorada... Que busca na poesia um modo a mais de olhar a própria vida, e o que esta realidade citadina, faz com ela!


Sobre os autores citados nestes comentários:

Carlos Silva – Poeta, Repentista, Cantor
www.aloartista.com
www.traquejo.com.br
Poetas Del Mundo
www.becodospoetas.com.br

Email para contato: carlossilvampb@yahoo.com.br

Edvaldo Rosa – Poeta, escritor
www.sacpaixao.net
http://edvaldorosa.blogspot.com
http://www.recantodasletras.com.br/autores/edvaldo
www.becodospoetas.com.br

Mustafá Ali Kanso – Poeta de Curitiba
Organizador da Oficina Literária de André Carneiro
Contato: prof.mustaGgmail.com
Edvaldo Rosa e Carlos Silva
Enviado por Edvaldo Rosa em 05/10/2011
Alterado em 21/10/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr