Textos


 

A dança lenta das palavras...



É num rodopio de letras,

que as palavras vão se formando,

descortinando pensamentos, numa dança lenta...

Dando sentido ao que sente, presente,

a alma inquieta!

E como um perfume evolando

vão as letras das palavras,

formando o poema!

Vem as lágrimas frias e salgadas,

pela tez da face deslizando...

Um súbito sorriso,

um grito, vindo do fundo da garganta!

Enquanto as palavras dançam

na página - o salão branco,

onde se desenrola a festa,

se manifesta, o poeta!

É formado um signo,

que para cada observador,

d'uma forma diferente se manifesta!

De uma forma mágica,

cada verso do poema,

toca concretamente o que é etéreo...

As letras, as palavras, os versos inteiros,

vão se mesclando aos corações , as mentes, as almas...

O universo intimo, de cada observador, atento!

E só assim, neste fim,

a dança lenta das palavras se completa!



Edvaldo Rosa

www.sacpaixao.net

16/05/2009


Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 16/05/2009
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Shandi-lee/flickr